Se você não quiser mudar, alguém irá querer mudar por você.


A vida é feita de ciclos. E provavelmente você também já escutou essa frase clichê em alguma etapa da sua vida, em um momento difícil ou em uma grande conquista, os inícios precisam se reinventar porque o “felizes para sempre” só acontece em finais de contos de fada.


A questão é: você está preparado para começar a mudar pelos ideais que acredita?

Todos os dias, somos bombardeados por matérias, na esfera digital ou até mesmo na televisão, que falam direta ou indiretamente sobre o tema “mudar”. Boa parte dos livros de gestão, dispostos nas livrarias, tratam sobre a mudança como um tópico importantíssimo. Se procurarmos um pouco, também encontraremos seminários, palestras, cursos e encontros de marketing que abordam a mudança de maneira visceral.


Sempre temos algo a mudar, seja na empresa, na vida pessoal ou em nosso círculo familiar. O tempo exige mudança, as coisas mudam, as competências exigidas mudam, o ambiente de trabalho se torna menos favorável e mais propício ao erro daqueles que se acomodam em uma onda de tranquilidade repentina.


Mudar: não é fácil, mas vale à pena


Mudar não é uma tarefa fácil. Pra começar, porque temos que sair de uma zona de conforto para desbravar o desconhecido, carregando no peito o medo de dar errado, sem certeza nenhuma de sucesso e muito menos garantia de resultados positivos. Pra terminar, porque grande parte das pessoas não tem a menor ideia do motivo pelo qual estão mudando, são apenas levados pela grande maré das multidões, que acaba se perdendo sem qualquer tipo de objetivo concreto.


É preciso entender que as mudanças, atualmente, se fazem necessárias em todos os nossos campos de convivência, devido ao grande fluxo de atualização e informação pelos quais somos atingidos todos os dias. E para que estas sejam realmente eficazes é preciso maturidade, responsabilidade, dedicação e curiosidade.


Maturidade para entender que devemos fazer aquilo que está ao nosso alcance em prol do melhor para nós mesmos, responsabilidade para agir de maneira coesa, arcando com nossas qualidades e falhas, dedicação para desempenhar nosso papel da melhor maneira possível e curiosidade para que possamos continuar aprendendo e nos reinventando, cada vez mais fortes e inteligentes.


Sonhe alto, realize grande


Grandes desafios, caminham de mãos dadas com grandes mudanças, juntos, estes dois fatores são capazes de gerar oportunidade e crescimento, mas a mágica só acontece quando estamos dispostos a encarar a realidade, caso contrário a tendência é só piorar.


Se não soubermos investir em nós mesmos, nos enxergando como protagonistas da nossa história, certamente faremos o papel de coadjuvante na vida de outras pessoas. E isso para o trabalho, para a família, os amigos e os relacionamentos amorosos. A mudança é uma porta que se abre para inúmeras possibilidades, basta ter a coragem necessária para virar a chave.


Exercitando a mudança


O ato de mudar, envolve uma série de coisas que normalmente precisam estar muito bem alinhadas para que a gente consiga ir além, por isso preparamos algumas dicas que podem lhe ajudar, neste processo de transição:

  • Converse com as pessoas que ama, explique a situação e escute o que elas têm a dizer a você sobre a sua decisão;

  • O mesmo vale para gestores ou diretores, que estão acima do seu cargo. Eles podem ser ótimos indicadores de críticas construtivas a respeito do seu desempenho dentro da corporação e apontar possíveis melhoras;

  • Por último, mas não menos importante: atualize-se. Busque informações, cursos, workshops, palestras e o que mais achar necessário para que você consiga dar um passo em frente, com a certeza de que está no caminho certo. O seu.

#VCNOCOMANDO

10 visualizações

© 2020 por CarlaWeisz Consultoria