Produtividade: O que É Ser Mais Produtivo?



Eu preciso começar esse artigo desmistificando uma coisa muito importante: existe uma grande diferença entre trabalhar muito e ser produtivo.


A produtividade, palavra mágica das empresas que querem ter uma alta performance, tem uma relação muito mais profunda com alcançar resultados com o mínimo de recursos possível, sejam eles matéria-prima ou horas trabalhadas.


Fazer mais com menos! Esse é o segredo.


Isso é tão verdade que as principais técnicas de produtividade visam a organização da equipe e das tarefas, muito mais do que propriamente o aumento das horas de trabalho. Dá uma olhada:


1 - Técnica de Pomodoro


A técnica de Pomodoro foi inspirada em relógios com despertadores utilizados em cozinhas profissionais para alertar o tempo de cozimento dos alimentos. O criador, Francesco Cirillo, tinha um desses modelos em formato de tomate, por isso a inspiração do nome.


O método consiste basicamente em dividir seu tempo em intervalos de 25 minutos de trabalho e 5 de descanso. A cada 4 blocos desses, isto é, a cada 2 horas, se faz uma pausa de meia hora. O passo a passo seria o seguinte:

  1. Faça a lista de suas tarefas diárias;

  2. Ajuste o “timer” para 25 minutos;

  3. Comece a primeira tarefa;

  4. Assim que o timer soar, pare e descanse por 5 minutos;

  5. Recomece sua tarefa (se ela não terminou) ou inicie outra;

  6. Quando fizer 4 despertadas seguidas, descanse meia hora.

A ideia é fazer uma tarefa de cada vez, mesmo que alguém ligue ou apareça um e-mail ou aviso no celular de surpresa, anote e não interrompa nenhuma tarefa.


O objetivo desse método é evitar o estresse, aumentando a produtividade através da organização. É como um antídoto contra procrastinação, principal inimiga da produtividade.


2 - Matriz de Eisenhower


O método de Eisenhower tem o objetivo de mudar suas tomadas de decisões priorizando quais tarefas atacar primeiro e quais deixar para mais tarde. Para isso, você deve utilizar 2 perguntas clássicas:

  1. Quais as tarefas importantes?

  2. Quais as tarefas urgentes?

Com isso em mãos você elabora uma tabela com 4 quadrados. As tarefas importantes e urgentes ficam no quadrante superior esquerdo como prioridades. As tarefas importantes mas não urgentes ficam no quadrante superior direito. Estas você pode agendar para uma data mais longa e se programar posteriormente.


As tarefas que não são importantes, mas urgentes, você pode delegar alguém para realizar ou então procurar resolver em horários alternativos. Por outro lado, as tarefas que não são importantes nem urgentes você lista e realiza quando for realmente possível.


3 - Método GTD (Getting Things Done)


Essa técnica foi desenvolvida por David Allem e segue um passo a passo que descarrega o HD (Hard Disk ou Disco Rígido em português), te deixando despreocupado com outras atividades enquanto faz as coisas acontecerem. Vejamos:

  1. Fase de coletar: faça uma lista de tarefas. A ideia é se organizar sabendo todas as tarefas que te aguardam;

  2. Fase de processamento: classifique suas tarefas em 7 categorias: (1 - fazer já; 2 - tarefas complexa, um projeto; 3 - com data, um compromisso; 4 - delegáveis, encaminhe ou classifique como aguardando; 5 - pode ser feita quando possível, fica para próximas ações; 6 - Não consigo fazer agora; 7 - tarefa absurda, deletar).

  3. Fase de organização: ponha as tarefas na seguinte ordem de execução: próximas tarefas, aguardando, algum dia, projetos.

  4. Fase de execução: faça as coisas acontecerem!

  5. Fase de revisão: ao final de cada dia, revise e reclassifique as tarefas e veja se surgiram novas.

Todas essas técnicas visam a organização/otimização do tempo para que a produção seja melhor… e não necessariamente mais tempo de trabalho para realizar mais coisas.


A verdade é que muitos donos de negócios chegam ao limite por se impor, ou impor aos seus funcionários, uma performance que pode até dar resultado em curto prazo, mas caminham, invariavelmente, pro alto índice de estresse e poucos resultados em um médio prazo.


Trabalhar para aumentar a produtividade é buscar um nível de foco positivo em seu ambiente de trabalho para que, com isso, você e sua equipe consigam fazer mais e melhor a cada dia.


Quer saber mais técnicas e métodos para melhorar a performance dos seus funcionários e alavancar os resultados da sua empresa? Nos siga no YouTube e Instagram @carla_weisz e você vai encontrar muito mais conteúdos como esse. Beijos e nos vemos na próxima.

503 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo