Mude o seu Jeito de Pensar Agora!



Nosso cérebro é quem rege nossas vidas, pois primeiro pensamos para depois agir. Quando não fazemos isso de forma consciente, cometemos erros e não atingirmos nossos objetivos. Em outras palavras, o jeito de pensar tem o poder de influenciar nossas vidas e é determinante para nosso sucesso.

Tudo o que você acredita, leva você a agir de determinada maneira e produz determinado resultado.

Por exemplo, se você quer que sua empresa cresça, é determinante você acreditar que está no comando da sua vida, em especial no comando da sua empresa e dos resultados que são gerados por ela. Você precisa acreditar que é você mesmo que constrói seu próprio sucesso e, se a sua equipe não está performando como você gostaria, esta responsabilidade é sua, afinal, a empresa é reflexo do dono.

Consciente ou inconscientemente é você que determina seu próprio sucesso ao invés de colocar no papel de vítima da história, como se tudo que aconteceu de errado ou de ruim fosse obra do destino.

Se você por acaso se coloca frequentemente na posição de vítima, culpando por exemplo a pandemia pelo seu baixo resultado, eu te convido a rever este pensamento e mudar.

O que diz a psicologia sobre o jeito de pensar?

A professora de psicologia da Universidade de Stanford, Carol Dweck, é um exemplo que podemos tomar nesse tema. Ela é autora de diversos livros sobre comportamento e dedicou mais de três décadas de pesquisa ao funcionamento da mente humana.

Segundo Carol, o poder de nossas crenças, conscientes e inconscientes, é capaz de moldar decisões e atitudes. Para ela, existem dois tipos de pensamentos: as pessoas de mentalidade fixa e os de mentalidade de crescimento.

Os fixos acreditam que inteligência, caráter e habilidade criativa são coisas que não podemos mudar. Você é ou não inteligente e não há nada que possa fazer para mudar isso!

São pessoas boas para tarefas que exigem domínio de rotinas e disciplina, mas que, diante do temor de fracassar, tendem a ser menos inovadoras.

Por outro lado, as pessoas de mentalidade de crescimento entendem que a inteligência e personalidade são mutáveis e podem ser desenvolvidas. Isso faz com que enxerguem o fracasso como um grande trampolim para o aprendizado e desenvolvimento de novas habilidades.

Em um trecho de seu livro Carol resume: “...à medida que entendemos as mentalidades fixas e de crescimento, entendemos como uma coisa leva a outra. A crença de que suas qualidades são esculpidas na pedra leva a uma série de pensamentos e ações, enquanto a crença de que suas qualidades podem ser cultivadas levam a uma série de pensamentos e ações distintas, levando-o por uma estrada inteiramente diferente”.

“Nós gostamos de pensar em nossos campeões e ídolos como super-heróis que nasceram diferentes de nós. Não gostamos de pensar neles como pessoas relativamente comuns que se tornaram extraordinárias” - Carol Dweck

Embora nossa mentalidade seja moldada desde muito cedo, a boa notícia é que é possível trabalhar para recompor seu jeito de pensar. O cérebro é dinâmico e muda com o aprendizado.

Se você está disposto a fazer a diferença no mercado e ter uma gestão poderosa em sua empresa, focada em garantir resultados extraordinários, é preciso ter um jeito de pensar extraordinário. Afinal, toda empresa é o reflexo de seu dono. Então, nada irá mudar se a liderança não mudar.

Descobri em mais de 20 anos fazendo transformações em empresas e lidando com o desenvolvimento de líderes, que é preciso protagonismo, auto-conhecimento e atualização do seu jeito de pensar, para construir um jeito de ser que te diferencia da concorrência e assim ter um jeito de fazer que conquista objetivos consecutivamente.

Quer fazer parte de uma rede de empresários ambiciosos que sabem como traçar os rumos de sua organização com método? Preencha o formulário de contato do site e aprenda como não se prender ao fatalismo, ao destino e a desistência. Crie seu próprio destino por seus pensamentos e ações.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo