Inspirar Pessoas - Por Onde eu Começo?



Na mitologia grega existe um conto muito interessante: o do bandido Procusto. O mito narra que Procusto adorava convidar viajantes para descansar e passar a noite em sua casa em uma cama de ferro que tinha exatamente o seu tamanho.


Por detrás de tanta hospitalidade, Procusto escondia uma maliciosa armadilha: se os seus hóspedes fossem altos, ele amputava parte das pernas para ajustá-los ao tamanho de sua cama, e se fossem de estatura menor, ele os esticava até que atingissem o comprimento suficiente.


Mas, o que isso tem a ver com inspirar pessoas?


A resposta é: muita coisa!


Apesar das constantes e cada vez mais rápidas transformações pelas quais o mundo tem passado, por mais incrível que possa parecer, muitos líderes ainda agem como Procusto: impondo às pessoas os seus próprios “padrões” de pensamento, conhecimento e comportamento.


Alguns percebem que agem assim, e tentam evitar essa síndrome de Procusto, mas inconscientemente continuam usando o tamanho de sua própria cama como referência.


O fato é que precisamos compreender que seres humanos não cabem em “caixinhas”, e que cada pessoa tem o seu próprio tamanho, e que isso não as faz melhores ou piores que você, apenas diferentes.


É preciso compreender, portanto, que para começar a inspirar pessoas o seu papel como líder não é moldá-las como sua própria versão melhorada, mas apoiá-las para que se tornem uma versão melhor de si mesmas.


Como executiva treinada em fazer transformações construtivas em empresas, posso dizer que alguns passos essenciais são:


● Olhe as pessoas como elas são, com muitos pontos fortes, mas que como você, também tem muitas coisas a melhorar;

● Assuma o papel de agente da transformação dessas pessoas;

● Não tente mudá-las, mas ajude-as a encontrar a motivação para a mudança. Leve-as a perceber que um novo comportamento ou atitude trarão mais ganhos do que perdas, a transformação sempre começa de dentro para fora;

● Ajude-as a criar planos de ação consistentes;

● Acompanhe-as e dê feedbacks constantes sobre sua evolução e, se necessário, corrija a rota;

● Lembre-se: antes de melhorar, piora. As pessoas estão tentando fazer algo diferente do que estavam acostumadas. Portanto, é bem provável que cometam erros até encontrarem o melhor jeito de fazer coisas novas, então, tenha paciência.


Se você quer conhecer mais métodos e técnicas para transformar sua empresa e equipe em uma conquistadora de metas, assine agora mesmo nossa newsletters e faça parte de uma comunidade de empresários que viraram o jogo!

145 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo