Estratégia - Por que é Importante Sair do Operacional?



Sabe aquela sensação de que você anda fazendo muito, mas a empresa parece não ter um rumo? Uma empresa que não cresce? Pois é, talvez seja hora de você começar a pensar melhor sobre a sua gestão estratégica.


A maior parte dos gestores enfrenta um drama comum no dia a dia da empresa: sair do operacional, do faz tudo, para assumir a parte estratégica, a mente do negócio.


O fato é que muitos trabalham donos de negócio trabalham 12h, 14h, até 16h por dia na própria empresa, exercendo atividades manuais, centralizando operações em volta de si e achando que isso está ajudando a empresa a crescer. Esse engano pode ser fatal, e mais do que isso, pode estar atrasando o crescimento do seu negócio.


Eu vou te explicar porque…


Às vezes, botar a mão na massa não é exatamente estar no processo, fazer tudo que vê pela frente… mas pensar em como fazer muitas vezes dá mais trabalho e é mais importante do que de fato fazer.


Claro, saber como se portar e encarar os problemas e as responsabilidades da empresa é fundamental, pois alguns “pepinos” precisam da sua atenção e disponibilidade.


Entretanto, o que muitos donos de negócios não enxergam é que parte da atividade essencial de empreender também é não deixar que os obstáculos aumentem vertiginosamente.


Para você entender melhor:


Os bombeiros, por exemplo, gastam 70% do tempo de trabalho prevenindo incêndios, seja através da fiscalização, checagem de ambientes, etc… os outros 30% do tempo servem para, de fato, apagar incêndios.


Quer dizer que você como dono de negócio, deve gastar a maior parte do seu tempo preparando a empresa para funcionar, e não resolvendo os problemas que estão impedindo ela de crescer.


Quando você se entope de problemas e urgências e deixa o estratégico de lado, perde a percepção do seu negócio, de como ele pode ser afetado pela realidade e de como aproveitar as oportunidades.


Quando você operacionaliza, quando se torna um funcionário da sua própria empresa, ela começa a caminhar em direção nenhuma, pois quem era para direcioná-la está fazendo outra coisa…


Isso não quer dizer que basta um bom planejamento e, boom, seus problemas acabaram. Não, a gestão estratégica envolve a gestão das pessoas, capacitando e treinando sua equipe, cuidando da cultura da empresa, coordenando projetos de alavancagem do negócio, se prevenindo de problemas e dificuldades, analisando mercado e clientes.


Sem estas atividades é muito difícil manter a organização no caminho do crescimento!


Ao focar no estratégico, no que pode mudar o seu negócio para melhor, você consegue orientar sua equipe em algo que pode ser feito diferente e contribuir para o direcionamento mais correto, ajeitando sua rota para o caminho do sucesso.


A boa notícia é que é possível construir uma nova forma de atuar, trabalhando para estar mais próximo das estratégias que os grandes empresários utilizaram no início para se tornar grandes para que você também possa mudar de patamar.


Se você tem interesse em saber como ser um empresário mais estratégico, o nosso instagram @carla_weisz reúne uma porção de lives e ensinamentos importantes para você fazer sua empresa conquistar o mercado onde atua. Nos siga, assine nossa newsletter e fique por dentro dos nossos conteúdos e cursos.

279 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo