Comunicação Corporativa - Por Que é Importante?


Estudos recentes de consultoria empresarial realizados pela Deloitte mostram que cerca de 80% dos colaboradores de empresas brasileiras se dizem mal informados sobre as ações das empresas, sendo que menos da metade desse número se diz insatisfeito com a remuneração.


Mas o que isso têm a dizer? Que temos uma realidade de maior falha em comunicação interna do que com a própria política de salários.


A maior confusão nesse tema é que muitas vezes entende-se comunicação como uma ferramenta de divulgação de boas notícias a respeito da empresa, ao mesmo tempo que se controla todas aquelas que não referendam pontos positivos.


Essa visão redutora do conceito de comunicação corporativa pode minar seus resultados e até sua capacidade em competir no mercado, porque acaba por incentivar certos comportamentos que atrapalham a boa transmissão das mensagens.


A comunicação na empresa, ao contrário do que se pensa, serve para melhorar a convivência entre as pessoas e evitar erros, que costumam ocorrer com maior frequência quando não se tem um plano para essa comunicação.


Como dizia Peter Drucker: a coisa mais importante na comunicação é ouvir o que não está sendo dito.


Mas o que ele quis dizer com isso?


Quer dizer que não basta que você fique atento ao que está sendo dito sobre seus produtos, serviços e concorrentes… é preciso também zelar pela ligação interna, entre os colaboradores, investidores e fornecedores que fazem o negócio girar e criam novas e melhores maneiras de lidar com os processos da empresa.


Significa que se você não fizer essa interligação, vai acabar criando grupos distantes um do outro dentro da empresa, seja ela com 10 ou 100 funcionários.


O fato é que quando não há um plano de comunicação, sua empresa estará extremamente exposta e pronta para o desentendimento, porque naturalmente existem diferenças entre as pessoas, e mais, entre a forma de se comunicar.


Gosto de exemplificar isso como uma conversa entre um engenheiro e um estudante do ensino médio.


É muito provável que se não houver um caminho/direcionamento para que esses dois se entendam, o engenheiro, ao longo da conversa, acabe se utilizando de termos formais, jargões profissionais e até uma linguagem mais rebuscada que vai criar uma barreira semântica na comunicação, uma vez que o estudante dificilmente entenderá o significado de que está sendo dito pelo engenheiro.


A verdade é que sem uma boa comunicação corporativa as empresas aumentam os riscos em sofrer prejuízos, sejam eles financeiros, de imagem e até reputação.


Porque sim, capitão, é preciso encontrar uma maneira de unir o estratégico ao operacional no que diz respeito à comunicação entre eles. Porque, muitas vezes, a forma de comunicar é mais importante do que a própria informação.


Concorda? Quer saber mais? Assine nossa newsletter e faça parte de uma comunidade de empresários que viraram o jogo. Estamos também no Instagram e YouTube @carlaweisz.


400 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo