Como Entender Melhor as Pessoas na Empresa?



O bem mais precioso dos negócios e relações são as pessoas! São elas que movem corporações, realizam atividades, desenvolvem estratégias e estão diretamente ligadas ao sucesso ou fracasso de investimentos, sejam eles no âmbito organizacional ou de crescimento pessoal.


No mundo corporativo, a gestão desse ativo, das pessoas, significa valorizar os profissionais no ambiente corporativo, treinando e capacitando-os, buscando proporcionar um ambiente agradável, aproveitando talentos e investindo na criação e disseminação de uma cultura organizacional coesa e estabelecida, de um jeito de pensar e ser que tornem sua empresa única, ímpar e extraordinária.


Tudo isso são aspectos técnicos importantes para construir um ambiente de negócios pronto para prosperar, mas o fato é que se você não compreender seus comandados, tudo isso pode servir de nada…


O fato é que todos nós já nos sentimos desmotivados para realizar uma atividade de trabalho, e isso não é diferente com nossos funcionários. Seja por motivos pessoais ou pela forma como são inseridos na execução de uma atividade, o fato é que o engajamento e capacidade produtiva desse colaborador está diretamente ligada pela percepção e reação dele diante da construção das relações humanas.


Mas você deve estar se perguntando: como melhorar essa relação? Esse ambiente?


Eu sempre digo que esse trabalho é como o processo de plantar uma flor, você precisa primeiro plantar a semente, ou seja, compreender que precisa mudar… de um fato novo. Após isso, você precisa regar essa ideia, essa mudança, e isso leva tempo… repetição, erros e acertos.


Só com essa percepção você será capaz de, ao final do processo, colher uma flor bela, ou em outras palavras, de construir um ambiente de trabalho extraordinário, onde você conheça seu capital humano na palma da sua mão.


Para isso, eu costumo dizer que existem alguns itens fundamentais, os alicerces, que não devem faltar nunca:


1 - Cultivar as relações através de confiança e respeito:


Confiança e respeito: esses são os dois pilares que definem e sustentam as relações dentro de uma empresa. Isso quer dizer que quando todos entendem a empresa como um local onde existe confiança e respeito, cria-se um ambiente seguro para troca de ideias e atitudes que são capazes de construir um ambiente corporativo mais sólido e engajado.


2 - Transparência na comunicação:


Uma das queixas mais comuns de colaboradores que não possuem um bom ambiente de trabalho é que muitas vezes eles não sabem porque estão trabalhando… qual o objetivo das atividades.


O fato é que é imprescindível que você alinhe sempre suas expectativas com seus empregados, deixando claro quais os objetivos da empresa e as prioridades do time, das tarefas…


Quando se faz isso, você consegue eliminar com rapidez o que chamamos de “rádio peão”, quando a falta de clareza dá espaço a comunicação interna da empresa, o que pode trazer à tona opiniões erradas e desinformação, estragando relacionamentos e o ambiente.


3 - Não se esqueça dos processos de feedback:


O feedback é chato? Sim. Muitos colaboradores tendem a não aceitar críticas? Sim. Mas é necessário e fundamental! Por isso, é preciso que ele seja feito sempre de forma clara, humanizada e compreensiva, para que as pessoas possam compreender com clareza onde é preciso melhorar ou o que está atrapalhando o desempenho.


4 - Não se esqueça de reconhecer esforços e conquistas:


Com certeza uma das coisas que mais chateia os funcionários é quando seus esforços parecem passar despercebidos pelos gestores. Quando você estabelece uma comunicação mais efetiva, é importante que os esforços, quando realmente importantes, sejam reconhecidos e lembrados.


5 - Lembre-se de também reconhecer erros:


Muitos donos de negócios acreditam que admitir erros significa expor uma fragilidade diante de seus colaboradores. Mas eu penso que uma comunicação transparente também deve envolver o reconhecimento de erros por parte da empresa.


Quando um dono de negócio reconhece um erro, ele está demonstrando que entende a grandeza do cargo que exerce, compartilhando uma responsabilidade e fazendo um convite, quase que inconsciente, para que o colaborador também abrace a empresa, os objetivos e vista a camisa com entusiasmo e integração.


0 visualização0 comentário